Últimas notícias

UWC Portugal divulga programas de estudo internacionais na feira Study Abroad Portugal

Study-Abroad-Portugal cont

UWC Portugal divulga programas de estudo internacionais na feira Study Abroad Portugal

Estudar no estrangeiro é o que a feira de informação Study Abroad Portugal promove, e o que a UWC Portugal ajuda a concretizar.

A 12 e 13 de Março, a feira Study Abroad Portugal reúne em Lisboa e no Porto várias instituições de formação no estrangeiro para jovens do ensino secundário e universitário. Entre as oportunidades de estudo num ambiente internacional estão cursos de verão, cursos de línguas e especializações em áreas como artes digitais ou hotelaria em países como o Reino Unido, Suíça, Estados Unidos da América ou Dubai. A entrada é gratuita e a informação não se esgota na apresentação de diferentes cursos e organizações: para motivar e preparar os jovens a planear o seu salto lá para fora há também seminários sobre competências como o networking, relatos em primeira mão sobre a importância de uma experiência no estrangeiro para um carreira de sucesso e palestras sobre o que ter em conta ao construir um percurso em áreas específicas (ex: medicina) e/ou em países específicos (ex: Reino Unido, República Checa, Eslováquia).

A UWC Portugal vai estar presente para divulgar os programas desafiantes e transformadores que os United World Colleges oferecem a jovens entre os 16 e 18 anos para os inspirar a criar um futuro assente em ideais humanitários e orientado para a paz e para um desenvolvimento sustentável. Se queres ficar a saber mais sobre os 15 colégios espalhados pelos 5 continentes, os cursos de verão ou os cursos online visita-nos na Study Abroad!

Sábado, 12 de Março | Lisboa | Sana Hotel | 14h-19h
Domingo, 13 de Março | Porto | Crowne Plaza Hotel | 14h-19h

https://www.facebook.com/events/1514129058893697/
http://www.studyabroadportugal.pt
Study Abroad Portugal Fair

 

Nelson Mandela 1918-2013

uwc mandela education s p

Presidente Honorário dos UWC desde 1995, Nelson Mandela, carinhosamente chamado de Madiba, foi uma inspiração para todo o movimento UWC.

"Foi com pesar que os UWC receberam a informação da morte do nosso Presidente Honorário Nelson Mandela, cuja vida foi uma inspiração para o movimento com os seus valores de paz e sustentabilidade.
Sentimos também orgulho em ter contado com filhos e netos de Mandela entre os nossos alunos no UWC Waterford Kamhlaba, sinal da sua entrega e fé no trabalho que fazemos.
Parte do seu legado será o exemplo que deixou na luta pela paz e justiça no mundo, a sua capacidade para o perdão e de inspirar outros nesse sentido, assim como a sua visão do
papel da educação, como forma de alcançar verdadeiras mudanças no mundo."
Keith Clark, Director Executivo UWC International

 

Aqui vos deixamos algumas citações de Nelson Mandela que tão bem reflectem o espírito UWC:

«Sonho com o dia em que todos compreenderão que foram feitos para viverem como irmãos»

«O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas sim aquele que vence o medo»

«Ninguém nasce a odiar outra pessoa pela cor da sua pele, pela sua origem ou pela sua religião. Para odiar as pessoas é preciso aprender. E se as pessoas podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar»

«A educação é a arma mais poderosa que se pode usar para mudar o mundo»

 

 

O DIA UWC foi verde na Maia

cCatarina David. UWC Portugal

"No dia 21 de Setembro, sábado, acordei cedo, e deparei-me com uma manhã de Verão tardio, quente e de um sol radiante – o cenário ideal para passar umas horas na natureza. De t-shit, pulseira e saco com o logótipo dos UWC em punho, pus-me a caminho do Parque de Avioso na Maia, onde a actividade planeada no norte de Portugal para celebrar o UWC Day 2013 ía ter lugar. A UWC Portugal juntou-se ao «FUTURO – O Projecto das 100 000 árvores», uma iniciativa do Cre Porto, que tem como objectivo plantar 100 000 árvores e arbustos nativos de zonas da área metropolitana do Porto até 2016. O Parque de Avioso , na Maia, que tem o cuidado de preservar o ambiente de mata da fauna local, em conjunto com as infra-estruturas de parques mais ajardinados (caminhos, café, parque infantil).

À chegada, juntei-me a ex-alunos dos UWC e outros 8 voluntários, organizadores e cidadãos comuns. Tivemos de monitorizar o estado de crescimento de árvores, ainda bastante jovens, plantadas naquele local há cerca de um ano. No início da acção foram explicadas as espécies que encontraríamos num retalho de terreno ao longo de um curso de água e estratégias para a sua identificação: cerca de 198 árvores, de seis espécies: negrilho (Ulmus minor), salgueiro-negro (Salix atrocinerea), tramazeira (Sorbus aucuparia), freixo (Fraxinus angustifolia), sanguinho-de-água (Frangula alnus) e sabugueiro (Sambucus nigra). O nosso trabalho passava por, em pares, identificarmos uma árvore, e registarmos o seu estado segundo uma tabela de avaliação fornecida. Para isso, em primeiro lugar, estudávamos o caule e as folhas, em seguida avaliávamos o seu estado, o qual passava por perceber se o caule estava vigoroso e flexível – no caso se estar saudável; ou seco e quebradiço – no caso de estar morta. Como todas estas espécies são de folha caduca, e o Outono acaba de chegar, muitas árvores já tinham perdido as suas folhas, o que dificultava o trabalho da sua identificação.

No final trocamos experiências, ficamos a saber mais do âmbito do projecto, as suas vitórias e dificuldades. Penso que para principiantes em acções ambientais, esta oportunidade serviu muito para perceber o contexto do projecto, assim como, as metodologias de trabalho. E, claro, aprender muito sobre os desígnios da natureza. Folhas enfrentadas, compostas, folíolos com superfície brilhante e aveludada, caules avermelhados… Foi uma experiência rica em vocabulário novo e desafiante (a verdade é que as plantas bebés ainda não têm estes traços muito claramente definidos)!

Percebemos ainda que vários especímenes tinham sido vandalizados e que já não existiam mesmo rebentos dos mesmos, onde há um ano tinham sido plantados. Com a informação recolhida a organização do projecto poderá mais facilmente avaliar a progressão do crescimento das árvores: que espécies têm maior taxa de sobrevivência, por exemplo, estabelecendo novas estratégias para o futuro, quer na manutenção destas, quer em futuras acções de plantação. Como foi frisado na conversa final, um esforço eco-ambiental não se reduz a plantar árvores. O trabalho de continuidade é importante, especialmente num país onde, infelizmente, abundam os incêndios.

Plantar árvores e arbustos nativos em locais como o Parque de Avioso (e incentivar a limpeza de matas, como o projecto faz noutras áreas da Região Metropolitana do Porto) é um programa estratégico para ajudar a natureza a regenerar-se e a aumentar a mancha verde nas zonas urbanas. Enquadra-se em esforços globais de consciencialização e acção ambiental, num momento em que se sentem cada vez com mais força as mudanças climatéricas e num mundo onde foram interrompidas cadeias alimentares e faunas naturais que podem ser restauradas para um recuperar um equilíbrio ambiental (como argumenta, por exemplo, George Monbiot, neste Ted Talk: http://www.ted.com/talks/george_monbiot_for_more_wonder_rewild_the_world.html?utm_source=newsletter_daily&utm_campaign=daily&utm_medium=email&utm_content=button__2013-09-09). O apelo à participação de cidadãos num projecto de carácter local é uma óptima estratégia de sensibilização e responsabilização social para construir esse mundo naturalmente melhor. O CRE organiza várias acções deste género e conta com a participação de voluntários. Para mais informações é só consultar: http://embaixadadafloresta.blogspot.pt/.

Nós, com certeza, sentimos que contribuímos um bocadinho para este ambicioso projecto, num dia em que à volta do mundo centenas de ex-alunos dos UWC se juntaram e realizavam as mais diversas actividades para celebrar, divulgar e nutrir os valores do movimento dos UWC." Inês David & Maria Carneiro

cCatarina David. UWC Portugal 2

   

Candidaturas 2012-2014 Abertas

Estão abertas as candidaturas aos UWC para o biénio 2012-2014.

saiba mais

 

Nova Brochura Sobre os UWC

Está disponível para consulta online a nova brochura sobre os UWC: "Impact".

saiba mais

   

Page 1 of 2

<< Start < Prev 1 2 Next > End >>